Dificuldade para dormir

Dificuldade para dormir x insônia: qual a diferença?

Quando a dificuldade para dormir acontece, pelo menos, três vezes por semana e esse fato já perdura por três meses ou mais, caracterizamos o quadro como insônia.

Muitas situações podem prejudicar o sono: cuidados com a família, problemas, doença, morte, estresse no trabalho, entre outros. Neste artigo, entenda as diferenças entre a dificuldade para dormir e a insônia, suas possíveis causas e opções de tratamento.

O que é insônia?

A insônia é um distúrbio duradouro que dificulta a capacidade de um indivíduo pegar no sono ou, ainda, de permanecer dormindo durante a noite inteira. Dessa forma, o quadro pode comprometer consideravelmente a qualidade de vida do paciente.

Pessoas que sofrem dessa doença geralmente já iniciam o dia se sentindo cansadas, têm problemas de falta de energia e humor, além de ter o desempenho nos estudos ou trabalho prejudicados por conta desse distúrbio.

Muitas pessoas em algum momento da vida apresentam dificuldade para dormir, mas algumas têm insônia crônica, que pode perdurar por um longo período de tempo.

O que é a dificuldade para dormir?

Pode-se dizer que a dificuldade para dormir é um tipo de insônia de curto prazo, que pode durar de poucos dias a poucas semanas. Esse é o tipo mais comum de insônia

Geralmente, ela acontece após algum evento traumático ou estressante, e, por esse motivo, costuma ser passageira. A dificuldade de adormecer também pode ser causada por doenças e uso de alguns medicamentos, além de circunstâncias específicas, como dormir em local não familiar ou algum tipo de desconforto físico.

Quais as causas da insônia?

Para descobrir as causas é preciso fazer uma investigação, uma vez que vários fatores podem levar a esse quadro. Sendo assim, você pode começar se fazendo algumas perguntas do tipo:

  • Você está passando por algum tipo de estresse?
  • Acha que pode estar sofrendo com depressão?
  • Constantemente luta contra algum sentimento de ansiedade?
  • Recentemente você passou por alguma experiência traumática?
  • Você está tomando algum medicamento que possa estar interferindo no seu sono?
  • O seu dormitório é confortável e quieto?
  • Você costuma dormir e acordar todos os dias no mesmo horário?

Essas perguntas são importantes porque, em grande parte dos casos, a insônia é psicofisiológica. Em outras palavras, há uma relação entre fatores fisiológicos e psicológicos. A principal causa pode ter relação com o seu ambiente de descanso ou com fatores externos estressantes. 

Veja, a seguir, algumas outras causas que podem estar dificultando o seu sono:

  • Mudança de emprego;
  • Perda de um parente próximo;
  • Dores no corpo;
  • Situações de conflito familiar ou sentimental;
  • Hábitos inadequados antes de dormir.

Basicamente, existem dois tipos desse distúrbio: a dificuldade para dormir, que é conhecida por se manifestar por um período curto de tempo e geralmente está relacionada à situações pontuais, e a insônia crônica, que é mais duradoura.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Foz do Iguaçu!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp