Transtorno obsessivo compulsivo

Conheça mais sobre o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) é considerado um distúrbio psicológico grave, que está presente na vida de cerca de 4 milhões de brasileiros. Além disso, como o respectivo nome já diz, se caracteriza por ações obsessivas e compulsivas. A obsessão é caracterizada por ideias, imagens, pensamentos e impulsos recorrentes e indesejados, que tomam conta da parte mental da pessoa e causam bastante incômodo. Já a compulsão consiste em ações repetitivas e perfeccionistas, em que o indivíduo se sente na obrigação de realizar para se sentir aliviado e, com isso, tentar diminuir a sensação de ansiedade.

Sintomas do transtorno obsessivo compulsivo

Os sintomas podem variar de acordo com cada quadro da doença, porém todos envolvem algum comportamento obsessivo ou compulsivo. As obsessões mais frequentes, são:
  • Mania excessiva de limpeza ou organização;
  • Sentir-se na obrigação de rever alguma ação feita com receio de ter esquecido;
  • Preocupação com objetos que não estejam perfeitamente alinhados ou em ordem.
As compulsões são meios que a pessoa encontra para responder às suas obsessões, que compreendem atividades mentais repetitivas e comportamentos observadores. Dentre eles, estão:
  • Lavar as mãos mais vezes que o normal;
  • Arrumar o mesmo lugar várias vezes;
  • Rezar ou contar silenciosamente;
  • Repetir algum ato com medo de que haja consequências caso não faça.
Analisando os sintomas ditos, o Transtorno Obsessivo Compulsivo aparenta estar presente na vida de muitas pessoas no dia a dia. Entretanto, os fatores que definem se a pessoa apresenta esse distúrbio são a recorrência e intensidade desses fatos.

Causas do TOC

A ciência ainda busca entender completamente as causas do transtorno. Embora não haja algo totalmente conclusivo, existem alguns motivos que podem influenciar. Dentre eles, podemos citar:

Genética

Pessoas com parentes que sofrem desse transtorno possuem maior probabilidade de apresentar o TOC.

Meio ambiente

Pessoas que sofreram algum tipo de abuso ou trauma possuem maior chance de desenvolver o TOC após o ocorrido.

Fatores psicológicos

Fatores psicológicos podem propiciar o aparecimento do TOC. Quando ensinadas de maneira errada a lidar com seus medos e ansiedades, algumas pessoas podem encontrar em suas manias ou rituais a confiança necessária para realizar suas atividades.

Tratamento para o transtorno obsessivo compulsivo

Uma vez que a cura para o TOC não foi encontrada, é extremamente importante realizar o tratamento adequado. Portanto, caso note a presença de alguns desses sintomas, é indicado procurar ajuda de um psicólogo para que ele realize o diagnóstico correto e evite que o quadro da doença se agrave — o que poderia desencadear alguns outros transtornos psicológicos, como: depressão, ansiedade e distúrbios alimentares. O psicólogo, através de conversas estimuladoras, irá encontrar meios para ensinar o paciente a ter um maior autocontrole e lidar melhor com o Transtorno Obsessivo Compulsivo. Portanto, nota-se que, apesar do Transtorno Obsessivo Compulsivo aparentar ser algo comum, que está presente em ações simples do nosso dia a dia, na verdade, trata-se de um problema extremamente grave, que afeta completamente o bem-estar e a saúde mental da pessoa. Dessa forma, é indispensável o acompanhamento médico. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Foz do Iguaçu!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp